BRASMAR – Passion for Seafood

Menu back
search
Responsabilidade Social
Responsabilidade Social
Responsabilidade Social

Sustentabilidade


Quando adquirimos Produtos do Mar, temos de nos assegurar de que o peixe
que fica na água é suficiente para manter os ecossistemas saudáveis e garantir
que se possa continuar a pescar no futuro.
A Brasmar, estando inserida na União Europeia, aposta em processos e métodos
de gestão que estão na vanguarda mundial, no que diz respeito à gestão das pescas
e às normas vigentes do setor.



Certificações


Quando adquirimos Produtos do Mar, temos de nos assegurar de que o peixe que fica na água é suficiente para manter os ecossistemas saudáveis e garantir que se possa continuar a pescar no futuro. A Brasmar, estando inserida na União Europeia, aposta em processos e métodos de gestão que estão na vanguarda mundial, no que diz respeito à gestão das pescas e
às normas vigentes do setor.
Somos certificados pela norma IFS Food - International Feature Standards
(norma reconhecida pelo GFSI), cujo objetivo é garantir a segurança alimentar e qualidade dos nossos produtos, em todas as etapas dos processos.
Seguimos os parâmetros mais exigentes de qualidade e respeitamos o ciclo de vida das nossas espécies seguindo os critérios de uma pesca sustentável. Com este fim, possuímos para determinadas espécies a certificação MSC - Marine Stewardship Council e ASC - Aquaculture Stewardship Council, organizações independentes, internacionais e sem fins lucrativos, que promovem a sustentabilidade das pescas.

A organização MSC, fundada em 1997, tem o propósito de solucionar o problema da sobrepesca. A certificação MSC – Cadeia de Responsabilidade permite manter fora da cadeia de fornecimento peixe capturado ilegalmente. A pesca ilegal é um problema sério, causando danos irreversíveis no ecossistema marinho, nos meios de subsistência e na indústria do peixe em todo o mundo. Os rótulos em produtos de origem marinha devem fornecer informações sobre as espécies, a fonte de pesca e qualquer informação sobre a sustentabilidade do produto. A partir do momento que um pescador obtenha a certificação, o seu produto só poderá ostentar a marca MSC quando todos os intervenientes na cadeia de fornecimento forem certificados de acordo com o referencial MSC – Cadeia de Responsabilidade. Os produtos com o selo MSC são garantidamente provenientes de uma pesca sustentável.
A Brasmar obteve em 2016 certificação MSC para os seguintes produtos: Pescada (Merluccius capensis/paradoxus); Amêijoa (Meretrix lyrata); Bacalhau (Gadus morhua e Gadus macrocephalus); Paloco do Pacífico (Theragra chalcogramma).

Certificação Halal: A Brasmar, em permanente busca da certificação de qualidade de todos os seus produtos, obteve a certificação Halal. Tornam-se, desta forma, mais amplos os seus mercados alvo, garantindo o fornecimento certificado a uma faixa de consumidores com largo potencial de consumo nacional e internacional – a população muçulmana.
Certificações

Objetivos ambientais


 Reduzir o consumo de energia em 8%;
Reduzir o consumo de água em 8%;
Aumentar as compras de matérias primas provenientes de pesca
sustentável, com certificação MSC, em 8%;
Reduzir o desperdício alimentar em 20%, sendo que 100% dos subprodutos
são transformados em outros produtos;
Reduzir o consumo de embalagens em 10% e 100% dos resíduos de embalagens
são reciclados ou recuperados em termos energéticos.

Ambiente


 Comprometemo-nos em criar locais de trabalho saudáveis e seguros para os nossos colaboradores. Assim, implementamos a ISO 45001:2018, uma diretriz com grande foco no contexto organizacional e na qualidade de trabalho dos colaboradores, garantindo a conformidade da empresa com os requisitos legais e regulamentares que visam a proteção da saúde e segurança no trabalho.
Aceda aos certificados  ISO45001:2018 aqui:
Unidade 1 na Trofa
Unidade 2 em Famalicão

Unidade 3 na Gafanha da Nazaré

Estamos também certificados pela ISO 14001:2015 que nos garante um nível de
desempenho ambiental elevado.
Aceda aos certificados  ISO14001:2015 aqui:
Unidade 1 na Trofa
Unidade 2 em Famalicão
Unidade 3 na Gafanha da Nazaré



A sustentabilidade Ambiental faz parte integrante da Estratégia de Gestão da Brasmar que assume o compromisso de melhorar práticas ambientais em todo o ciclo de vida dos seus produtos.
Assim, somos parceiros da Sociedade Ponto Verde que assume a responsabilidade de gerir os resíduos relativos às embalagens colocadas no mercado nacional, através de um Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens.
Estamos também inscritos em diversos Organismos que certificam este nosso compromisso, tais como o SIGRE (Sistema Integrado de Gestão de Resíduos e Embalagens) e o ECOLUB (Sociedade de Gestão Integrada de Óleos Lubrificantes Usados).

Responsabilidade Social


INVESTIR NO PRESENTE PARA PENSAR O FUTURO.
O FUTURO DEPENDE DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO PARA A CRIAÇÃO DE VALOR.
É ESTA A ESTRATÉGIA DA BRASMAR.

Na Brasmar acreditamos que a criação de valor passa, cada vez mais, pela integração nas decisões de gestão estratégicas e operacionais das várias dimensões do Desenvolvimento Sustentável.
A nossa estratégia de sustentabilidade, tem como base a análise dos resultados do envolvimento dos stakeholders, do setor, das estratégias de gestão e das boas práticas internas, bem como auscultando, através de benchmarking, o setor dos produtos relacionados com o mar.
O apoio às comunidades, através da nossa Responsabilidade Social, são princípios que estão no nosso ADN.


PROJETO MIGOS

A Brasmar apoia e acompanha o Projeto Migos – primeiro amigo – criado em abril de 2017 com base no Projeto Octo, da Dinamarca, quando um grupo de voluntários começou a criar pequenos polvos de croché para doar a bebés prematuros em diversas unidades de tratamentos neonatais.

O propósito do projeto nasceu quando a equipa dinamarquesa descobriu que os polvinhos acalmavam e confortavam os bebés prematuros, promovendo melhorias nos sistemas respiratório e cardíaco. Embora ainda não existam estudos científicos sobre esta prática, as equipas médicas acreditam que os bebés se sentem mais calmos e protegidos, uma vez que o contacto com os tentáculos remete-os ao toque no cordão umbilical e à sensação de segurança no útero materno. Outro aspeto importante é que os bebés em contacto com os polvos reduzem as tentativas de retirar os fios e tubos colocados na incubadora.
Ainda que o Projeto Migos siga praticamente todos os requisitos do projeto dinamarquês, o contacto próximo das unidades neonatais dos hospitais portugueses, permitiu adaptar os polvos Migos às necessidades portuguesas relativamente ao tamanho e condições de segurança dos mesmos. No período de um ano (desde abril de 2017 a abril de 2018), a Associação Migos distribuiu cerca de 2.000 polvos em Portugal. Atualmente já chega aos hospitais mais importantes do país e não pretende ficar por aqui com o objetivo de alcançar
todo o continente e ilhas.
https://migos.pt/



Das diversas ações que promovemos, destacamos as seguintes:


Atribuição de Prémios de Mérito “Brasmar”
– curso “Processamento e Controlo da Qualidade Alimentar” promovido pela 
Escola Profissional FORAVE (Associação para a Educação do Vale do Ave);
Atribuição de prémio, do curso promovido pela Escola Profissional FORAVE, 
“Técnico de Processamento e Controlo da Qualidade Alimentar”, ao melhor aluno;


Mecenas da Liga Portuguesa Contra o Cancro


Mecenas da Associação ASAS
(Associação de Solidariedade e Acção Social de Santo Tirso)


Mecenas da Associação APPACDM
(Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental - Trofa)


Mecenas da Cruz Vermelha Portuguesa
(Trofa)

Scroll Down