/  Tudo sobre o mar   /  Truques e dicas   /  Como avaliar a frescura do peixe

Como avaliar a frescura do peixe

Como avaliar a frescura do peixe

Como saber se o peixe está fresco? Quais os sinais que indicam o seu estado de frescura? A cor das guelras importa? Estas são algumas das questões que surgem na hora de escolher o pescado certo. Para isso, é importante ter a capacidade de avaliar o estado de frescura do peixe, através de alguns sinais, como a cor dos olhos ou da pele.

Confira 5 critérios a considerar para uma correta avaliação do peixe.

Como avaliar a frescura do peixe: 5 critérios a ter em conta

1. Olhos

O estado em que se encontram os olhos do pescado é um fator determinante na avaliação da sua frescura. Os olhos do peixe fresco devem estar convexos e brilhantes, assim como a sua córnea: transparente e límpida.

2. Guelras

As guelras são outro dos aspetos mais relevantes para a identificação da frescura do peixe. Ao levantar as guelras do peixe, devemos notar a cor vermelho vivo, brilhante e sem muco. Guelras com tom acastanhado podem indicar algum problema.

3. Odor

O odor é uma característica facilmente detetável e que nos esclarece imediatamente sobre o estado do pescado. O peixe fresco deverá ter um aroma a maresia e deve-se evitar peixes com odores muito intensos.

4. Pele

Em relação à pele, esta deverá apresentar uma pigmentação viva, aspeto brilhante e as escamas devem encontrar-se bem presas ao corpo do peixe.

5. Corpo

Outro aspeto a ter em conta é o estado da carne. A carne do peixe fresco carateriza-se por ser firme e elástica. Conforme os dias vão passando, o pescado tende a perder a sua elasticidade, pelo que um peixe de carne mole deve ser evitado ao máximo.

Através destes sinais é possível fazer uma correta avaliação da frescura do peixe e, assim, tomar decisões acertadas e saudáveis na hora de escolher o pescado certo.